Após “live” da cadeia, quatro celulares são retirados de presas
Quatro celulares foram apreendidos em cela da Cadeia de Nova Esperança — Foto: Divulgação/Depen

Nova Esperança

Após “live” da cadeia, quatro celulares são retirados de presas

Por Carina Bernardino em 30/09/2019 - 16:06

Flagrante ocorreu depois que uma transmissão ao vivo no Facebook viralizou. Dez mulheres estão detidas em Nova Esperança. A detenta vai responder criminalmente e administrativamente pelo uso do aparelho.

Player Ouça a reportagem

Uma foto de uma transmissão ao vivo de detentas da cadeia pública de Nova Esperança, na região Noroeste, viralizou nas redes sociais no fim de semana até chegar ao Depen (Departamento Penitenciário do Paraná). Ao receber a imagem do vídeo do Facebook, feito dentro do minipresídio, agentes penitenciários fizeram uma revista na cela feminina nesse domingo (29). Foi encontrado o celular utilizado na “live” e outros três aparelhos  (todos com acesso à internet), além de carregadores e baterias. De acordo com o coordenador regional do Depen, Luciano Brito, a detenta responsável transmissão ao vivo vai responder criminalmente e administrativamente pelo uso do aparelho. 
 
Atualmente, dez mulheres estão detidas na cadeia pública de Nova Esperança, que se tornará exclusiva para presos acusados de crimes sexuais. As mudanças na unidade já iniciaram.

Segundo o Depen, cerca de 230 mulheres estão presas em 19 cadeias públicas localizadas em comarcas da VEP (Vara de Execuções Penais) de Maringá. Mais de 60 estão detidas na cadeia feminina de Astorga. Outra unidade para detentas será implantada na região. 
 
Além da apreensão dos celulares, o Depen também irá transferir detentas da cadeia de Nova Esperança nesta semana, mas a quantidade de transferências não foi divulgada. Recentemente, duas fugas com mais de dez foragidos foram registradas no minipresídio da cidade.

Notícias da mesma editoria