Ações necessárias e falas de dispensáveis
Imagem ilustrativa/Pixabay/domínio público

Opinião

Ações necessárias e falas de dispensáveis

Por Gilson Aguiar em 23/08/2019 - 09:45

Vivemos um país que tenta mudar. Algumas medidas tomadas pelo atual governo gera empolgação. A busca de se estabelecer medidas que reduzam o tamanho do Estado, promova à livre iniciativa, que permita a economia seguir mais o curso da demanda e promova transparência nos gastos públicos tem seu preço.

Não é uma tarefa fácil ter que ouvir o líder supremo da nação e sua retórica pobre. Podíamos ter um governante diferente diante das medidas que o governo tem tomado. Atos econômicos coerentes, reformas necessárias e um personagem confuso. Esta contradição poderia ser evitada.

A necessidade de mudanças ainda existe. Há muitos atos que vão demorar a causarem efeitos. A melhora do país não virá tão rápido. As economias necessárias para equilibrar as contas do ainda depende de cortes e o crescimento de investimentos. Para isso, planejamento em longo prazo. Não podemos permitir medidas imediatistas.

Me preocupa um país que ainda vive clima de eleições. Dividido entre a falsa ideia do “bem” e do “mal”, não vamos para lugar nenhum. Alimentamos todos os dias a ideia de que o fracasso é ato pensado e o sucesso é fruto de um milagre. Críticas devem ser feitas e são necessárias. Considero que não há perfeição ou elogio cego. 

Democracia implica em liberdade de expressão. A convivência de interesses contrários. A mediação da lei para permitir que todos, na sua proporção, tenha o direito de buscar atender o seus interesses. Sem isso, nada funciona e a condição da vida social será uma imposição de uns sobre outros.

Temos um governo com um corpo desenvolvido e uma cabeça pequena. Caminha bem, mas o condutor está mais em alguns personagens ministeriais do que na condução do chefe do executivo federal. O que não anula o governo, porém, não pode deixar de ser lembrado. Isto pode comprometer a governabilidade.

 

Player Ouça o comentário

Notícias da mesma editoria