A semana dos pré-candidatos e a pergunta da semana que vem: Lula será preso?
Bia Fortunato/CBN Maringá

O Assunto é Política

A semana dos pré-candidatos e a pergunta da semana que vem: Lula será preso?

Por Diniz Neto em 30/03/2018 - 10:01

TEMPO. Faltam 190 dias para 7 de outubro. 6 meses e 2 dias. Faltam 7 dias para o fim do prazo de filiações e desincompatibilizações para pré-candidatos às eleições deste ano.

CORRIGINDO Ontem Curitiba fez 325 anos e não 324 como eu falei.

Hoje é sexta-feira santa. Uma data de enorme importância para os cristãos. Aproveito aqui para desejar a todos os ouvintes uma feliz Páscoa.

A data é muito propícia para o anúncio de uma nova fase da coleta seletiva em Maringá.

Espero de coração que a gente comece a virar a página de um atraso clássico da nossa cidade.

Maringá, com suas árvores, seus bosques, flores e beleza precisa avançar bastante em ações ambientais e a coleta seletiva é um passo obrigatório

Para dar certo, é necessária a participação de todos. Gostei da frase: “coleta seletiva: adote esta ideia, vamos juntos!”

 A SEMANA PARA OS PRÉ-CANDIDATOS AO GOVERNO E AO SENADO, NO PARANÁ.

O anúncio da renúncia do governador Beto Richa, para ser candidato ao Senado, foi o fato político da semana, no Paraná.
Definiu que a vice-governadora Cida Borghetti assumirá o governo, na próxima sexta-feira, dia 6 de abril. Ela é pré-candidata a governadora e fará campanha no cargo, para reeleição.

Também se definiu uma candidatura importante ao Senado, que terá duas vagas, nesta eleição. Outro nome praticamente certo ao Senado é Roberto Requião, do MDB, que deverá buscar o seu terceiro mandato como senador, aos 77 anos.

Convidados para a disputa: Deputado federal Alex Canziani, do PTB, junto com Beto Richa, do PSDB.

Deputado federal Rubens Bueno, do PPS, na chapa de Osmar Dias ao governo do Paraná.

A deputada federal Christiane Yared (PR), tem convite para ser candidata ao Senado na chapa majoritário de Ratinho Júnior a governador.

Secretário de Turismo de Foz do Iguaçu, Gilmar Piola, na chapa do PV – o PV poderá ter uma chapa majoritária, mas também estuda uma coligação – a mais provável neste momento com Ratinho Junior, do PSD.

Cida Borghetti será a primeira mulher a assumir de forma definitiva o governo do Estado.

Sua estratégia de campanha tinha como um ponto importante ser governadora, o que se confirmou. Sem dúvida, ganha muita força e esta afirmação se reforça com as manifestações de apoio de partidos que recebeu esta semana – já comentamos aqui.

Osmar Dias, que já foi secretário de Agricultura no primeiro governo de Roberto Requião e Senador, está no PDT, partido que deverá confirmar Ciro Gomes candidato a presidente da República. Com as dificuldades de Lula para ser candidato, Ciro surge como o nome a ter o apoio do PT e PCdoB, talvez de outros partidos aliados.

Alvaro Dias, irmão de Osmar, quer vê-lo no Podemos, partido pela qual pretende ser candidato a presidente da República. Esta semana, Alvaro declarou, em entrevistas a emissoras de rádio, em Curitiba e Ponta Grossa, que só apoiará Osmar se ele estiver no Podemos.
Quem apoia Osmar entende a dificuldade do PDT e é a grande a torcida para a sua entrada no Podemos. Porém ele tem afirmado que permanecerá no PDT.

O deputado estadual Ratinho Junior, do PSD, é do mesmo grupo político do governador Beto Richa e da vice-governadora Cida Borghetti. A sua luta por espaço vem sendo travada com Cida, pela conquista de maior apoio dentro do grupo.

Ele reafirmou esta semana que a sua candidatura está mantida e que ele será candidato a governador. Esta semana a sua candidatura recebeu apoio do PR. Ele promete, para a semana que vem, anunciar deputados estaduais no PSD e outras novidades envolvendo filiados aos partidos PSDB, do DEM, do PSB, do PEN, do PPS e do PSL.

Sobre a próxima semana: será, sem dúvida, muito movimentada, com as definições de filiações.   

Gerações: Um dado interessante, sobre o qual vale a pena um olhar, é a idade dos participantes do processo eleitoral. Nenhum preconceito, só para conhecimento – quem sabe para reflexão depois.

Requião, 77 - 5 de março de 1941 - MDB

Alvaro, 73 - 7 de dezembro de 1944 - Podemos

Rubens Bueno, 69 - 23 de maio de 1948 – PPS

Osmar Dias, 65 - 10 de maio de 1952 – PDT

Ciro Gomes, 60 - 6 de novembro de 1957 – PDT

Christiane Yared, 58 - 23 de fevereiro de 1960 - PR

Alex Canziani, 53 - 11 de junho de 1964 – PTB

Cida Borghetti, 53 - 18 de fevereiro de 1965 – PP

Beto Richa, 52 - 29 de julho de 1965 – PSDB

Ratinho Junior, 36 - 19 de abril de 1981 – PSD 

FILIAÇÕES EM MARINGÁ.

Depois da entrada do vereador Do Carmo no PSL, partido que ele passará a presidir em Maringá, com a coordenação política da região, e da espera do vereador Homero Marchese pela liberação do PV, pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE), a novidade: o vereador Sidnei Telles recebeu convite do PV para se filiar e ser candidato a deputado federal.

A filiação de Telles depende de um acordo com o PSD, semelhante ao que aconteceu com o PR e o vereador Do Carmo. A diferença é restam apenas 7 dias para desfiliação (que tem que ser feita pelo partido, com ata).

Outra pergunta é? Marchese conseguirá a liberação judicial para deixar o PV? Em caso positivo, para onde vai o vereador? Confirmados, tem convites do PTB e MDB. Outros partidos também fizeram contato (mas há sigilo em relação às conversas).

E mais uma pergunta: se a decisão do TRE não viera antes do dia 7 de abril? O vereador ingressaria em outro partido, deixando para defender o seu mandato na Câmara na Justiça Eleitoral?

O MDB filiou a professora e doutora da UEM, Lucimar Pontara Peres. Ela é da área de zootecnia.

Fato interessante, na quarta-feira, foi a reunião do presidente do MDB, Umberto Crispim, com o apóstolo Celso Santos, na Sede da Igreja Batista Renovada. Participaram desta reunião o pastor Sandro Martins, que se filiou recentemente, com o apóstolo Celso ao Partido Verde, como pré-candidato a deputado estadual. 

O DESTINO DE LULA.

As atenções do país, ao lado das movimentações partidárias em fim de prazo para filiações e desincompatibilizações, estão voltadas para o ex-presidente Lula.

Condenado em segunda instância, pelo Tribunal Regional de Porto Alegre, ele declarou que não aceitava a sentença e iniciou uma caravana de visitas a cidades do Sul do país, gerando uma onda de manifestações e protestos.

Neste dia 4 de abril, quarta-feira, o Supremo Tribunal Federal julga o habeas corpus apresentado pelo ex-presidente. O julgamento acontecerá após manifestações que estão marcadas para este sábado, dia 31 – em Maringá será a partir das 14 horas, na praça da Catedral, e para terça-feira, dia 3, em Maringá às 18 horas em frente à Justiça Eleitoral, na esquina das avenidas Duque de Caxias com XV de Novembro.

Um dado interessante: dos pré-candidatos a presidente, anunciados neste momento, sete são favoráveis à prisão por condenação em 2ª instância: Geraldo Alkmin (PSDB), Rodrigo Maia (DEM), Marina Silva (Rede), Flávio Rocha (PRB), João Amoêdo (Novo), Jair Bolsonaro (PSL) e Álvaro Dias (Podemos).

Os pré-candidatos Ciro Gomes (PDT), Manuela D’ávila (PCdoB) e Guilherme Boulos (PSOL) são contra.

 

Coisas importantes da semana:

- Os tiros no ônibus da caravana de Lula. Equipe técnica da Polícia Civil esteve no local, no km 20 da PR-473, entre Quedas do Iguaçu e Laranjeiras do Sul e está investigando o caso.

- A presidente do PT, senadora Gleisi Hoffmann, disse que solicitou acompanhamento policial para caravana e que não foi atendida.

- Nota da Secretaria de Segurança do Paraná:

- Um inquérito policial foi aberto para apurar as circunstâncias do fato e duas equipes do COPE (Centro de Operações Policiais Especiais), unidade de elite da Polícia Civil do Paraná, estão na cidade de Laranjeiras do Sul para ajudar nas investigações.

- O Instituto de Criminalística do Paraná está finalizando o laudo de perícia no ônibus e o documento deve ficar pronto nos próximos dias.

- Não houve qualquer pedido formal de escolta da caravana do ex-presidente nem o próprio ex-presidente, embora ele tenha esta prerrogativa. Tanto é que o paradeiro dele é incerto e não sabido. Cabe ressaltar que houve alteração, por parte dos organizadores da caravana, do roteiro e do cronograma que foram informados previamente às forças de segurança do Estado do Paraná.

- Por fim, a Sesp reafirma que a Polícia Militar do Paraná reforçou o policiamento em todos os locais indicados pelos representantes da caravana, onde seriam realizadas as manifestações com a presença do ex-presidente Lula.

Ainda a registrar: Foi impressionante a manifestação contra Lula na Câmara Municipal de Guarapuava. O vídeo gravado mostra a Câmara lotada por manifestantes que gritaram palavras de ordem pedindo a prisão de Lula.

MUNICÍPIOS.

MARIALVA. Jovens de 15 a 27 anos que se vacinarem contra a dengue, em Marialva, concorrerão a uma bicicleta de 18 marchas.

PARANAVAÍ. O governo do Estado entregou mais duas patrulhas rurais para o consórcio da Apa Federal, formado por 12 municípios, e ao consórcio Caiuá Ambiental, composto por outros 13 municípios.

SAMU REGIONAL. O médico Maurício Lemes defendeu, em palestra que fez em Mandaguari, a integração entre o SAMU (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência), SIATE (Serviço Integrado de Atendimento ao Trauma em Emergência) e o Corpo de Bombeiros.

TERRA RICA. O prefeito de Terra Rica, Júlio César da Silva Leite, recebeu R$ 480 mil de emendas parlamentares do deputado Edmar Arruda.

INVESTIMENTOS. Os recursos são para aquisição de uma ambulância, máquina e equipamentos agrícolas, e pavimentação de ruas do distrito Adhemar de Barros. 

Quer fazer contato com o jornalista Diniz Neto, encaminhar uma sugestão? Envie e-mail para oassuntoepolitica@cbnmaringa.com.br ou mande uma mensagem para o WhatsApp da CBN Maringá. O número é (44) 99877 9550

Player Ouça o boletim

Notícias da mesma editoria